7 de dez de 2014

Inveja X cobiça

 
Reflexão para a semana...
 
Um dos maiores equívocos que cometemos é compreender a inveja como um sentimento que se resume ao desejo te ter aquilo que o outro tem. Isso é cobiça. Inveja é ainda mais mesquinho e vil. É desejar que o outro não tenha, mesmo que o invejoso tenha tanto ou mais que o invejado. É a vontade de reduzir o outro ao pó, tirar dele, minguá-lo.
 
A inveja, sinto assim, é o pior de todos os sete pecados capitais. Quando se inveja, pode-se fazê-lo até em casos de doença. É competição... a necessidade de se sobrepor ao outro e não admitir as próprias mazelas ou perceber-se "menos" que ele. Explica parte do fim de boas relações ou denunciam as que sempre foram ruins, mas camufladamente saudáveis.
Para saber se alguém é de fato amigo, basta observar se assim ele permanece também no seu sucesso. Ser amigo no sofrimento, na fragilidade alheia é a coisa mais fácil do mundo (paradoxalmente ao que diz a Psicologia de banca de revista) - faz-se reféns facilmente na dor, criando dependência emocional....
 
Ana Virgínia Almeida Queiroz

Google+ Twitter Facebook Delicious Digg Favorites More