26 de nov de 2014

A vida não oferece garantias...

Pois é!

Ele me liga no começo da tarde e diz:
"Ana Vi, preciso da sua ajuda. Indique-me um psicólogo..."
Seu propósito:...

"Minha mulher começou a fazer psicoterapia. Sei que ela vai mudar. Sei que ela vai crescer, ficar mais inteira. Nem que eu queira, conseguirei permanecer sua metade. Não está nos meus planos tomar um caminho contrário ao dela ou mesmo ficar atrás como expectador, enquanto ela se distancia ascendentemente. Quero ser inteiro e merecer estar feliz comigo mesmo e com ela ao meu lado..."

Medo, orgulho ou inveja?

"Pode ser os três?"

Rimos...

E ele já está no processo e nem percebeu...

Por mais seres humanos corajosos quanto ao enfrentamento de suas limitações emocionais!

Se os objetivos vão mudar ao longo do percurso? O que importa? Não há garantia para nada na vida, mas as possibilidades estão aí e sábio daquele que se permite vivê-las...

Ana Virgínia Almeida Queiroz

Google+ Twitter Facebook Delicious Digg Favorites More