26 de nov de 2014

"A autoestima é o sistema imunológico do cérebro"

Um acolhimento verdadeiramente gostoso, à meia luz, respiração pausada, um leve fechar de olhos, odor de incenso pela casa, café ou chá... doce solitude...
Um "não" consciente sobre seus possíveis efeitos, a coragem para encarar seus resultados, o desapego ou a troca genuína com seres inteiros. A aceitação do outro como verdadeiramente é... sem camadas, sem subterfúgios, sem máscaras e sem nos abandonarmos...
 
Um olhar franco que atravessa os limites corporais, a percepção da essência, o permitir-se ao que gera um mínimo de garantia... devidamente mensurado, conscientemente escolhido...
 
Ir além... muito além de uma batida no peito, da cabeça erguida ou de um nariz empinado.
É inteligência em comunhão com a gratidão pela existência... é amor a serviço da sanidade emocional... valorização da alma própria, humildemente...

Ana Virgínia Almeida Queiroz

Google+ Twitter Facebook Delicious Digg Favorites More