13 de jun de 2014

O momento...



O momento...
Esse que sugere o rompimento entre a realidade e o sonho.
Que não prevê o futuro, abandona o passado.
O instante exato de escolher estar vivo ou continuar amarrado às perspectivas.
O "estar" pleno, presente no corpo e no es...
paço que o envolve.
Onde o sentir supera a justificativa do desejar permanecer.
O lapso da razão ao abrir fendas nos medos, permitindo que a fantasia crie asas e voe ao encontro de outro s sonhos.
E então as letras têm a funçaõ de simplesmente permitir a expansão e ultrapassar os limites daquilo que jamais necessita de explicação...

Ana Virgínia de Almeida Queiroz

CRP: 01-7250

Google+ Twitter Facebook Delicious Digg Favorites More