6 de mar de 2014

Seja positivo. A vida retribui.

Sofrimento é algo realmente muito relativo. Sua intensidade está diretamente relacionada ao grau de importância que damos às pessoas e aos acontecimentos (o que gera a perda do foco em de nós mesmos), ao apego insano àquilo que poderia ser, à saudade do que era bom, mesmo que hoje não mais o seja. 

Compreender e aceitar que os ciclos se cumprem, facilita o fluxo da vida. Reter coisas ou pessoas p...
or medo ou convenções sociais nos torna menos leais à manifestação mais genuína da essência divina que reside em cada um de nós.

Lutar por receio do abandono, nos impede a percepção, mesmo que momentânea, do melhor que alguém pode querer nos ofertar em um determinado momento.

Na vida não temos garantia de quase nada. A garantia só é possível quanto aquilo que vem de nós mesmos, se, e somente se, nos conhecermos e nos ouvirmos.

Nosso melhor amigo hoje, pode não o ser amanhã. Nosso trabalho, um desperdício da vitalidade e um poço de insatisfação, não obstante toda a segurança emocional e financeira que tudo isso possa nos oferecer.

Viver o aqui e agora é uma grande sabedoria. Extrair o melhor de tudo e de todos em uma relação de TROCA justa é convivência de natureza lúcida.

O grande desafio da vida é viver com expectativas sim, mas não tão grandes e, o mais importante: não lamentar por aquelas que não se cumpriram. Possibilidades deixam saudade, mas podem abrir outras tantas novas opções de crescimento, por mais doloroso que isso possa ser.
 
Ana Virgínia - 1 de janeiro de 2014

Google+ Twitter Facebook Delicious Digg Favorites More